“A César o que é de César”

Atualizado: 16 de jan.

Muito se tem falado, ultimamente, da abdominoplastia reversa, estendida e empregada para a reconstrução mamária. Cabe ressaltar que a origem destes procedimentos está no trabalho pioneiro de Rebello C & Franco T, publicado na Revista Brasileira de Cirurgia (Rev.Bras.Cir. 1972;62 (7-8): 249.


O Dr. Cláudio Rebello na época era o chefe do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Estadual Barata Ribeiro e a Dra. Talita Franco chefiava o Setor de Cirurgia Plástica do Hospital Escola São Francisco de Assis. Além da descrição minuciosa do procedimento, os autores apontavam que “os retalhos obtidos após o descolamento oferecem condições ideais para serem utilizados na reconstrução mamária, seja como cobertura efetiva, seja como enchimento após a sua decorticação.


Nós, no final da década de 70 utilizamos este procedimento, complementado por inclusão de implante de silicone, na 38ª Enfermaria da Santa Casa.


Nossa experiência está descrita no último livro de Prof. Pitanguy, ( 2016): Cirurgia Plástica – Uma visão de sua amplitude.


Legenda da figura: desenho da técnica retirado do trabalho original dos autores.

69 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo