O Famoso TRAM

Sobre a história do famoso retalho do músculo reto do abdome utilizado para a reconstrução mamária, vejo algumas discrepâncias no créditos de sua origem. Assim, passo abaixo a minha versão que está também publicada no livro digital da SBCP publicado no final de 2021.


Trata-se, como já se sabe, de retalho, a princípio pediculado, muito utilizado e que a sigla: “Transverse rectus abdominis muscle flap (TRAM). Este retalho foi primeiro empregado por Drever 1 (1977) no sentido vertical do músculo. Robbins 2 (1979) utilizou-o na reconstrução mamária, por meio de um retalho também vertical, mais curto e mais adaptado à reconstrução mamária, pois tinha origem na área da cicatriz da mastectomia. Entretanto coube a Hartrampf, Scheflan & Black4 (1982) o mérito de realizar o retalho transverso monopediculado infraumbilical como ele é conhecido até hoje.


Em 1985 Ishii, Bostwick, Raine, Coleman & Hester empregaram os dois músculos retos para dar maior segurança na vascularização do retalho e ampliando as sua dimensões. A primeira reconstrução com o TRAM microcirúrgico não me parece estar bem esclarecida A melhor referencia que encontrei foi da de Shaw5 em que credita à Pennington6 (1980) o retalho microcirúrgico miocutâneo baseado na artéria epigástrica inferior profunda.


Referências para consulta:



1. Drever JM. The epigastric flap. Plast Reconstr Surg. 1977; 59:343.

2. Robbins TH. Rectus abdominis myocutaneous flap for breast reconstruction . Aust NZ J Surg. 1979; 49:527.

3. Hartrampf CR, Schleflan M, Black PW. Breast reconstruction with transverse abdominal island flap. Plast Reconstr Surg.1982; 69:216.

4. Ishii CH, Bostwick J, Raine TJ, Coleman JJ, Hester TR. Double pedicle transverse rectus abdominis myocutaneous flap for unilateral breast and chest wall reconstruction. Plast Reconstr Surg. 1985; 76:901.

5. Shaw WW. Microvascular free flap breast reconstruction. Clin Plast Surg. 1984; 11(2):333.

6. Pennington DG. The rectus abdominis miocutaneous free flap. Br J Plast Surg. 1980; 33:277.


Legendas das figuras: como curiosidade estão aqui os desenhos dos primeiros retalhos VRAM de Drever e Robbins respectivamente

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo